Documento é assinado por duas advogadas ligadas ao movimento pró-afastamento de Dilma Rousseff O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), deu a entender que não rejeitará de pronto um pedido de impeachment contra o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que foi protocolado segunda-feira no Senado. — Nos últimos meses, já arquivei cinco pedidos de impedimentos do procurador-geral…

LEIA MAIS…


Anúncios